Feeds:
Posts
Comentários

O trabalho “XPC regulates BER enzymes OGG1 and APE1 in human fibroblastos”, parte da tese defendida pela Dra. Julliane Tamara Araújo de Melo, obteve menção honrosa no Prêmio Jovem Geneticista, promovido pela Sociedade Brasileira de Genética. O trabalho foi apresentado durante o congresso GENÉTICA 2017, realizado entre os dias 12 a 15 de setembro de 2017, em Águas de Lindóia, SP. Julliane concluiu seu doutorado pelo programa de pós-graduação em Bioquímica e Biologia Molecular da UFRN, sob orientação das doutoras Lucymara F. Agnez Lima e Tirzah B. Petta Lajus. Atualmente é docente na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi -FACISA-UFRN.

Anúncios

O RENORBIO 2017 – Encontro de Biotecnologia do Nordeste é parte das atividades promovidas pela Rede Nordeste de Biotecnologia (RENORBIO) do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) e do Programa de Doutorado em Biotecnologia em rede, também denominado RENORBIO. Em janeiro de 2017, a sede do doutorado RENORBIO passou a ser a UFRN, tendo as docentes Lucymara F. Agnez Lima e Sílvia R. Batiztuzzo de Medeiros (LBMG-DBG-UFRN) na coordenação geral da rede e do ponto focal RN, respectivamente. Juntamente com o Dr. Mitermayer Galvão dos Reis (FIOCRUZ), coordenador executivo da RENORBIO-MCTIC, essas docentes coordenaram a organização do evento. O congresso RENORBIO 2017 ocorreu no Praiamar Natal Hotel & Convention – Natal-RN, entre os dias 8 a 11 de agosto, e contou com a participação de cerca de 380 congressista e 30 palestrantes. Foram apresentados 212 trabalhos de estudantes e profissionais (comunicações orais e painéis). Como atividades pré-evento ocorreram: o Biomaker Batle promovido pela Biominas, que contou com cerca de 20 participantes; a reunião do colegiado do RENORBIO e da comissão científica da rede; reunião do conselho diretor da RENORBIO-MCTIC; e seis minicursos com ampla participação de congressistas. A conferência de abertura foi proferida pelo Dr. Jailson Bittencourt de Andrade, secretário da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (Seped-MCTIC) e professor da UFBA. As conferências e simpósios versaram sobre temas relacionados a biotecnologia em saúde, agropecuária, recursos naturais e indústria, contando com renomados pesquisadores de todo Brasil. Foram também realizadas mesas redondas com representantes dos ministérios MCTIC, MS e MRE e com representações de setores privados como Biominas, EMBRAPII e FINEP, nas quais foram debatidas políticas públicas e interação empresa/academia para o desenvolvimento da biotecnologia no país. Foram realizadas 3 palestras técnicas promovidas pela MERCK, QIAGEN e AGILENT (co-patrocinadores do evento). O evento contou com o apoio da CAPES, CNPQ, MCTIC, UFRN, FUNPEC e Verbo Eventos, aos quais agradecemos. Vale ressaltar o excelente trabalho da comissão científica do evento (docentes do programa RENORBIO) e do time de monitores (estudantes de graduação e pós-graduação). Parabéns pelo belo trabalho em equipe e excelente nível do congresso!!! Parabéns também às alunas do LBMG Alaine Brito Guerra e Jana Dara Freires de Queiroz pelos prêmios de melhor trabalho apresentado nas comunicações orais das áreas Biotecnologia Industrial e Biotecnologia em Saúde, respectivamente. Confiram os melhores momentos nas fotos a seguir (fotos Ozeas Queiroz). Confiram também o livro de resumos e toda programação do evento no site www.renorbio.org/congresso/renorbio2017.

 

Na semana de 24 a 28 de julho ocorreu mais uma etapa do processo de avaliação dos programas de pós-graduação da CAPES, Quadrienal 2017. Foi uma semana de muito trabalho e aprendizado, além de momentos de descontração. Sem dúvida uma experiência gratificante para as docentes Lucymara F. Agnez Lima e Silvia Regina Batistuzzo de Medeiros, que participaram da avaliação pela área CB1. Confiram os melhores momentos.

Os pesquisadores portugueses Ana Teresa Freitas e Arlindo Oliveira (da Technical University of Lisbon) estarão em visita ao LBMG e apresentarão palestras no dia 7 de agosto. Estão todos convidados. Confira a programação abaixo:

Palestra – A mente digital, como a ciência está redefinindo a humanidade

Dia 07 de agosto as 11 h, sala B321 – Instituto Metrópole Digital-UFRN
Dr. Arlindo Oliveira, http://arlindo.oliveira.cc/ , Department of Computer Science and Engineering of Instituto Superior Técnico de Lisboa, 
Obs: tema do livro recentemente publicado pelo Dr. Oliveira – confira em https://mitpress.mit.edu/books/digital-mind

Palestra – Você está comendo direito? Pergunte aos seus genes: desenvolvimento de uma proposta de aconselhamento em nutrigenética.

Dia 07 de agosto as 16 h, Sala Carl Peter von Dietrich, Departamento de Bioquímica, Centro de biociência, UFRN

Dra Ana Teresa Freitas, http://web.tecnico.ulisboa.pt/ana.freitas/ , Dept. of Computer Science and Engineering, Technical University of Lisbon.

Obs: atua também a frente da HeartGenetics, desenvolvendo testes diagnóstico como o MyNutriGenes, http://www.heartgenetics.com/genetic-services/

Aconteceu hoje a defesa de mestrado do aluno WYDEMBERG JOSÉ DE ARAÚJO, pelo programa de pós-graduação em Bioquímica da UFRN, sob orientação da Dra. Lucymara Fassarella Agnez Lima. Confira abaixo o trabalho defendido:

Banca Instituição Tipo
LUCYMARA FASSARELLA AGNEZ (ORIENTADOR) UFRN Presidente
JORGE ESTEFANO SANTANA DE SOUZA UFRN Externo ao Programa
VÂNIA MARIA MACIEL MELO UFC Externo à Instituição
 Título
CARACTERIZAÇÃO DA COMUNIDADE MICROBIANA DE RESERVATÓRIO DE PETRÓLEO
Resumo
Os processos bioquímicos de origem microbiológica presentes nos reservatórios de petróleo exercem grande impacto na extração, estocagem e refino do petróleo. No entanto o conhecimento a respeito desse metabolismo e diversidade microbiológica é escasso devido as técnicas de cultivo e identificação microbiológicas. Desse modo, a metagenômica é uma inovadora ferramenta para estudar, independentemente de cultivo, as comunidades microbiológicas existentes em ambientes extremos como reservatório de petróleo. Essa metodologia ainda permite extrair novas genes e organismos com aplicações biotecnológicas nos processos e impactos decorrentes das comunidades microbiológicas exercem sobre a qualidade do petróleo. O presente estudo teve como objetivo identificar, tanto taxonomicamente quanto funcionalmente, os microrganismos residentes nas comunidades bacterianas de poços de petróleo, envolvidas na degradação de petróleo e produção de moléculas surfactantes. Para tanto, amostras de água de produção e rochas de reservatório foram submetidas a extração de DNA bem como preparação de consórcios bacterianos submetidos a uma seleção de organismos degradadores de petróleo e produtores de surfactantes. Posteriormente todas as amostras foram sequenciadas por meio de plataforma de sequenciamento de segunda geração. Os resultados de bioinformática mostraram que comunidades residentes nas rochas e água de produção eram predominantemente pertencentes aos gêneros Halomonas e Marinobacter, respectivamente. Os resultados da seleção dos consórcios mostraram a predominância de gêneros degradadores e produtores de biosurfactantes MicrobacteriumOchrobactrum, Devosia e Paenibacillus no consórcio microbiano R2, enquanto os gêneros Sphingobacterium, Bacillus e Lysinibacillus predominaram no consórcio R1. Os testes funcionais mostraram que tais consórcios são produtores de biossurfactantes capazes de estabilizar uma emulsão bem como reduzir a tensão interfacial entre petróleo e água. Utilizando comparações por homologia com banco dados de proteínas customizado foi possível identificar que as moléculas surfactantes eram sintetizadas pelos operons Lichenysin, Plipastatin e Pultisolvin. Esses dados reforçam os testes de degradação por meio do indicador redox, mostrando que houve predominância das vias de degradação de alcanos lineares, bem como de policicloaromáticos. Portanto, os resultados indicam que consórcios isolados de reservatório são capazes de aumentar a fluidez do óleo ao degradá-lo bem como ao produzir moléculas surfactantes, desse modo possuem um importante potencial de aplicação biotecnológica.

O NUGEN firma colaboração com a HeartGenetics, Genética e Biotecnologia AS, empresa portuguesa de biotecnologia, especializada no desenvolvimento de testes genéticos e ferramentas computacionais para apoiar o diagnóstico clínico e a prevenção de doenças. A partir desta colaboração o NUGEN passa a oferecer o serviço de genotipagem através do teste genético MyNutriGenes, o qual permite avaliar 54 genes (num total de 80 variantes genéticas), que de uma forma determinante, estão associados à nutrição e controle de peso. Visando apresentar o teste aos profissionais da saúde como médicos, nutrólogos e nutricionistas, estaremos realizando a palestra MyNutriGenes dia 31 de março de 2017, às 9 h no anfiteatro do Museu de Ciências Morfológicas da UFRN.

mynutrigenes

Convidamos a todos a participar do RENORBIO 2017 – Encontro de Biotecnologia do Nordeste, que ocorrerá no período de 8 a 11 de agosto no Praiamar Natal Hotel & Convention, Natal, RN. O evento terá a participação de mais de 30 palestrantes de todo o Brasil e tem como objetivos promover um fórum de discussão científica, agregando instituições e pesquisadores da região NE e de outras regiões do Brasil, e criar um ambiente para interação entre os setores produtivos e a academia. Neste evento, serão discutidos avanços alcançados em temas estratégicos, relativos a biotecnologia em saúde, agropecuária, recursos naturais e indústria. O evento tem como público alvo pesquisadores, estudantes e profissionais da área de Biotecnologia e áreas afins de todo o Brasil. Dentre as atividades previstas estão: Biomaker Battle, uma competição científica em empreendedorismo e startups, promovido pela Biominas, minicursos, conferências, simpósios, apresentação de trabalhos científicos e patentes em biotecnologia (feira de negócios) na forma de pôster. As inscrições estarão abertas a partir do dia 05 de abril. Para informações e inscrição visite o site http://www.renorbio.or/congresso/renorbio2017